Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Março 2009

04 março 2009

05 de Março- DIA "F" de Fajã, a do Calhau

Foto Clube Asas de S.Miguel
Nem sempre é fácil conciliar progresso com o equilíbrio ambiental, mas pode-se e deve-se ao menos tentar. Quando a construção de uma estrada é de absoluta necessidade e a única alternativa e depois de feitos os estudos respectivos dos maleícios que esta pode trazer para os ecossistemas se concluir que os benefícios para as populações justificam aqueles, ainda assim devem ser repensados todos os prós e os contras mais uma vez. Quem sabe não é encontrada uma solução que servindo as populações não coloca em causa a herança ambiental a que os nossos netos têm direito.


Parece que relativamente à construção da estrada de acesso à Fajá do Calhau em S Miguel nada disto foi feito. Parece que alguém sonhou uma noite com a estrada e no dia seguinte deitou mãos à obra.


Espero que não seja feito o mesmo erro em relação ao campo de golfe em Santa Maria. Que sejam feitos todos os estudos a que temos direito e eles sejam feitos com honestidade e os resultados sejam conhecidos por todos antes de alguém deitar mãos à obra.


Porque me sinto solidária com os micaelenses que contestam a construção da dita estrada transcrevo o post do Blog Fiat Lux http://fiatluxcarpediem.blogspot.com/


Proposta à Blogosfera para um dia “F”Contra o Crime ambiental da Fajã do Calhau
Qual é a proposta?
Proponho que todos os blogs que são contra o crime ambiental da Fajã do Calhau, na ilha de S.Miguel, o demonstrem uma vez mais, agora a uma só voz, no próximo dia 5 de Março, quinta-feira (um protesto conjunto que, se assim o entenderem, poderia ser alargado também ao dia 6)
Porquê nesta data?
Na próxima quinta-feira, 5 de Março os deputados da Comissão de Assuntos Parlamentares, Ambiente e Trabalho da ALRA visitam a Fajã do Calhau e a obra do caminho de acesso a partir de Água Retorta.Terão na altura oportunidade de ver o "projecto" que até agora tem sido sonegado a todos os que têm contestado aquele crime ambiental.À tarde os deputados vão reunir com os autarcas (Presidente da câmara da Povoação e Presidente da junta de freguesia de Água Retorta) e ainda com a Associação de Amigos da Fajã do Calhau.
No dia seguinte, sexta-feira, 6 de Março, na Delegação da Assembleia Legislativa, em Ponta Delgada vão ouvir o Secretário Regional da Agricultura e Florestas, o Secretário Regional do Ambiente e Mar (por vídeo-conferência) e o Director do Laboratório Regional de Engenharia Civil.
Proponho então que o dia 5 de Março seja o dia "F"."F" de Fajã do Calhau."F" de fora com crimes ambientais desta naturezae todos os outros "F's" de que se lembrem, inclusive, aqueles mais "impronunciáveis".
Como podemos então tornar esse dia "F" em algo com alguma visibilidade?
Proponho que todos aqueles que têm contestado aquela obra reservem o dia 5 para insistir nessa denúncia.
Com novos posts e fotos ou recuperando algo que já tenham dito anteriormente.Apelo a todos que o façam e que passem a mensagem aos vossos amigos de modo a que este dia de protesto tenha a maior abrangência possível.Para os que possam estar menos familiarizados com todo este vergonhoso processo, dei-me ao trabalho de pesquisar na internet tudo sobre a Fajã do Calhau e deixo-vos aqui uma cronologia possível, com links para posts em diversos blogs, e artigos em sites e jornais (ficaram de fora ainda alguns, por falta de tempo):
Cronologia do crime e das denúncias que se seguiram:




23 Setembro 2006 - Post no blog O bode do piné


9 Junho 2007 - Quercus







12 Abril 2008 – Post no blog Água Retorta

5 Junho 2008 – Post no blog Fiat Lux20 Julho 2008 - Amigos dos Açores








1 Novembro 2008 – Post no blog Água Retorta

16 Dezembro 2008- Site do Bloco de Esquerda







30 Janeiro 2009 – Post no blog Terra Livre