Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: SATA

08 janeiro 2007

SATA







Bom dia!

A nossa imprensa regional tem colaborações que valem a pena ser lidas e quando vou a casa raramente perco oportunidade de comprar um ou outro jornal. Pena que nem sempre tenha tempo para os ler e acabar por os deixar em casa num canto e quando volto já terem perdido actualidade. Há um que leio quase de fio a pavio, normalmente: o que a SATA muito gentilmente nos oferece quando entramos no avião, isto se o parceiro do lado se calar o que não foi o caso desta última viagem. Mas mesmo assim deu para passar os olhos e encontrar artigos de opinião bastante interessantes e passo a transcrever o que escreveu Paulo Faustino título “Caro de mais”:

A SATA, se já não atribuiu está em vias de atribuir seiscentas passagens à TVI para a realização da sua nova telenovela em São Miguel, a “ilha dos Amores”. Como contrapartida pela generosidade, a companhia terá a sua imagem como transportadora aérea promovida no continente. Através da iniciativa, a SATA dá uma excelente imagem à estação que lidera as audiências televisivas no país. Mas, o que tem a empresa feito para os que vivem cá dentro, nas ilhas? Cobra, em condições normais, bilhetes de avião para Lisboa que, com todas as taxas incluídas custam à volta de 250 euros para os residentes. Realiza campanhas tarifárias promocionais, praticamente de um dia para o outro sem publicidade prévia, que quase com a mesma rapidez se esgotam. É assim que a SATA concretiza o seu slogan de “unir o que o mar separa”? Não parece. Assim, o que faz é condenar uma fatia da classe média-baixa a não poderem sair da sua terra e conhecer outras paragens, porque não têm sequer condições financeiras para suportar uma passagem.

O resultado está à vista: são cada vez mais os açorianos que reivindicam a liberalização do espaço aéreo. Querem a vinda de outras companhias para romper com o monopólio da SATA e introduzir aquilo que verdadeiramente faz falta no arquipélago ao nível dos transportes aéreos: a concorrência de preços. Compreende-se. A SATA deve ter a sua estratégia de promoção própria, mas nunca se pode esquecer que é dos açorianos e é para estes que deverá trabalhar em primeira instância.

É este o texto de Paulo Faustino nas Crónicas do Aquém no Açoriano Oriental de Sexta-Feira dia 5. Não direi que concordo em pleno, principalmente com a questão a liberalização. No meu ponto de vista as regras pelas quais se rege a SATA em termos de Serviço Regional deveriam se mais precisas; É tarefa do Governo Regional a definição da Política Aérea regional e das obrigações das SATAS para com o Povo Açoriano

Mas que as promoções se verificam, apenas, entre os destinos directos, quero dizer, de partida e chegada, dos voos da SATA Internacional, lá isso são, que não são anunciadas em parte nenhuma e só as conhece quem vai diariamente ao site da SATA na internet lá isso também é verdade e que, portanto, a grande percentagem dos Açorianos fica de fora deste esquema também é verdade e ainda que mesmo as tarifas de residente são proibitivas, disso ninguém duvida e de que mesmo com promoções e tarifa Pex é caro vir aos Açores toda a gente o diz.

Acordem, senhores deputados, eleitos com o voto do Povo. Cumpram o vosso papel de defensores dos nossos interesses; acordem senhores governantes, somos nós quem pagamos os vossos salários, em alguns casos bem chorudos, olhem para nós e vejam quão curtos são os recursos da maioria do Povo açoriano… É que para além das questões da SATA já se levanta a questão dos transportes marítimos inter-ilhas com propostas de aumentos de preços na ordem dos 15%...

Abraços marienses
Azurara, 8 de Janeiro de 2007

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Ninguém com conhecimento comenta, estao todos satisfeitos, podera a maioria viaja pela ADSE ou Segurança Social tem lá dinheiro para viajar ... só se a doença bate é que se aproveita e vai-se aos chineses - alguns ainda se gabam e dizem que vão de férias a Cuba e até São Miguel vão pela ADSE - este mundo foi feito só
para alguns verem e outros ficam é a ver navios ...e quanto aos Deputados defenderem os intereses do povo que neles votou esses andam é de lá para cá parecem caixeiros viajantes sempre carregadinhos de malinhas aos fins de semana e durante a semana lá vão fazendo os relatórios das viagens de resto entram mudos e saem calados e quanto menos barulho fizerem melhor que assim ninguém dá por eles e lá vão sumando uns aninhos para as Reformas (Mínimas!!!!!!)
L.A.

08 janeiro, 2007 17:31  
Anonymous mcc said...

Ana oxalá este comentario chegue "aí", pois desde ontem que tento colar aqui uma msg e nao consigo...
já ontem tentei comentar a observaçao do "silencio dos culpados" de que nos fala o LA.. é verdade que mts estão calados pq não têm qualquer autoridade moral para opinar sobre a matéria, mas eu p. ex apenas me indignei com os meus botoes quando li a noticia no jornal e silenciei-me ao ver este teu sempre pertinente comentario Ana, por um outro motivo: porque é um assunto que me toca demasiado de perto e só me faz mal remoer mt o assunto.
Farto-me de dizer que as viagens estão demasiado caras, quer inter ilhas (daí as 9 insularidades dentro de uma de que já falei noutro post teu), e mais ainda para o continente, aonde tenho (eu e mts outros açorianos infelizmente, alguns com bem parcos recursos, mesmo que esses apoiados por uma misera diaria da segurança social) de me deslocar por motivos de saude e unica e exclusivamente a EXPENSAS MINHAS! Claro que esta foi uma opçao minha para nao ter que me deparar com o orgulho ferido de certos medicos (apenas alguns claro, os que sofrem de pequenez mental ou intelectual, sei lá.. nao há explicaçao para invejas em nenhum campo da vida, mas mt menos dentro da medicina, onde o que interessa é unica e exlusivamente o Bem do doente) que fazem parte dessas juntas medicas ..
uma opçao que me sai bastante cara claro, porque em vez de aplicar o dinheiro dos subsidios de natal e férias na fruiçao dos "bens" para os quais eles se destinam, aplico-os nas viagens para os medicos no continente e ainda consultas... enquanto isso sei de gente felizmente abastada que usa e abusa dos mecanismos da segurança social, mas "haja saúde" como costume dizer...
qt aos nossos politicos, esses então, sejam eles membros do GR (por vezes meros directores de serviço ou chefes de divisão, ou até não politicos mas com aspiração a se-lo: funcionarios com cartão do partido) ou até deputados regionais da A.Republica amnesicos da sua qualidade de insulares.. esses vao e veem a lx (falo em lx por causa do centralismo do terreiro do paço, senao falaria em continente claro, um dia quem sabe com a regionalizaçao do país...) como quem vai à freguesia do lado... à custa dos nossos impostos e descontos claro, que ascendem cada vez mais alto...
abraço Ana e obrigada por continuares com uma consciencia mt viva sobre as realidades que nos rodeiam, faz-nos sentir menos sós neste mundo em que à nossa volta só vemos o "vale tudo"..
agradeço tb ao LA o seu comentario..
um bom ano para voces para todas as demais pessoas que por cá passam.. com mta saúde, paz e uma sociedade bem mais Justa!!!

10 janeiro, 2007 04:11  

Enviar um comentário

<< Home