Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Porque Santa Maria merece o melhor

07 outubro 2008

Porque Santa Maria merece o melhor




Santa Maria merece o melhor! E o melhor para Santa Maria é que a política executada pelo Governo Regional dos Açores reflicta o conceito de arquipélago e não o conceito de nove ilhas em que umas poucas são filhas e as restantes são enteadas. Os Açores são um todo e as medidas de desenvolvimento têm que reflectir isso. Tem que haver um plano efectivo de desenvolvimento e não a aplicação dos dinheiros da União Europeia de forma indiscriminada derramando cimento e asfalto. As ilhas onde isso é feito (as tais que são filhas) estão a ficar descaracterizadas. Derramar cimento e asfalto não é desenvolver, é gastar dinheiro tapando o sol com a peneira, é fazer obra que salta à vista mas as carências ao nível da saúde, da economia, do emprego, da mobilidade entre ilhas continuam no fundo das gavetas esquecidas. O Governo Regional dos Açores, apoiado no Partido Socialista de César, aposta no show off das obras de fachada em vez de planear e desenvolver.
A CDU, teve, de 2000 a 2004 assento parlamentar e durante essa legislatura deu provas de que para nós todas as ilhas têm valor, todas merecem o melhor. Disso é prova os vários requerimentos apresentados na Assembleia Legislativa Regional pelos então nossos deputados Paulo Valadão e José Decq Mota sobre questões que para nós marienses eram importante serem resolvidas: a falta de profissionais de saúde no Centro de Saúde, a construção urgente do matadouro, o não encerramento nocturno do aeroporto, a construção da gare marítima de passageiros, a desafectação dos terrenos anexos ao aeroporto, sua limpeza, construção de um parque de exposição e feiras e uma escola profissional nas instalações que eram da Zona Franca. Os requerimentos foram resultado de inúmeras reuniões com a Direcção do Aeroporto, com a Câmara Municipal, com casas do povo, Associação Agrícola, Administração do Centro de Saúde, Santa Casa da Misericórdia, donos de explorações agrícolas em que se davam os primeiros passos no cultivo da meloa, delegações de Secretarias, delegação da Câmara do Comércio, pescadores.
É assim que nós, CDU, actuamos: consultando as organizações, trabalhando com base nas necessidades efectivas das populações e prestando contas do que fazemos. É com isso que Santa Maria pode contar, não com a promessa de mundos e fundos irrealistas, mas com trabalho honesto e em favor da maioria da sua população e do seu desenvolvimento no todo regional.

A CDU entende que o desenvolvimento do Arquipélago deve de ser harmónico e sustentável com base nas necessidades efectivas das populações.

Para Santa Maria, entre outras:
- Mais profissionais de saúde;
- Criação de uma estrutura de apoio a doentes e grávidas e seus acompanhantes nas deslocações de longa duração em Ponta Delgada. (A CDU de Santa Maria foi pioneira na apresentação desta solução)
- Melhoria da economia da Ilha de forma a permitir a fixação dos nossos jóvens;
- Revisão e melhoramento das ligações marítimas com a ilha de S Miguel de forma a que sirvam melhor os marienses;
- Revisão e consequente abaixamento de preços dos transportes aéreos e marítimos de forma a permitirem a circulação de pessoas e mercadorias entre as ilhas e entre estas e Portugal continental;
- Reabilitação urbana;
- Apostar no tratamento dos lixos, reciclagem e transporte dos resíduos sólidos para centros de reciclagem fora da ilha, realizar acordos com empresas locais para a recolha e exportação de vasilhames, plásticos e outros resíduos.

Porque Santa Maria merece o melhor os marienses e todos os açorianos podem contar com a CDU
Com a nova lei eleitoral todos os votos contam, todos os votos são úteis. Votar na CDU é um voto útil e seguro, um voto na CDU em qualquer ilha, em Santa Maria, pode ser a grande diferença entre haver na Assembleia um deputado honesto, que olhe para os que precisam de quem pense nos que precisam, que defenda efectivamente que a Região é um todo e que todas as ilhas são de e têm valor e a diferença entre não ter nenhum deputado da CDU e portanto dar maioria e talvez maioria absoluta a uma força política, seja ela PSD ou PS, que já demonstraram ter dos Açores uma visão mesquinha onde as ilhas mais pequenas são sempre discriminadas pela negativa.

Não temos os meios de propaganda dos grandes partidos, não temos “Kits autonómicos” a fazerem coro com os nossos cartazes, temos apenas a nossa honestidade, as nossas propostas e os nossos braços.

Agora mais do que nunca vale a pena votar CDU porque Santa Maria merece o melhor.

Caro LA, respondo-lhe aqui e não em comentário porque considero que, de facto, a resposta que lhe irei dar é importante ser lida por quem aqui entra. Aliás faz parte das minhas respostas às questões do Baluarte à qual acrescento: nunca fomos poder portanto o nosso trabalho não pode ser comparado com os do PSD e do PS, fomos parlamentares e a esse nível podemos dar exemplos do que fizemos em prol de Santa Maria e não podemos esquecer, e só por descarado aproveitamento político o PS o faz, que a questão do NAVII foi levado em primeira mão à Assembléia da República por Lino de Carvalho e João Amaral deputados do PCP que tiveram um papel fundamental na aprovação pela AR da sua manutenção em S Maria que depois foi EXECUTADA por Guterres nomeado por isso cidadão honorário da ilha e os nossos deputados nunca foram alvo de qualquer agradecimento público dos marienses.

Quanto ao nosso trabalho na Assembleia Regional aqui ficam algumas notas:

A CDU, teve, de 2000 a 2004 assento parlamentar e durante essa legislatura deu provas de que para nós todas as ilhas têm valor, todas merecem o melhor. Disso é prova os vários requerimentos apresentados na Assembleia Legislativa Regional pelos então nossos deputados Paulo Valadão e José Decq Mota sobre questões que para nós marienses eram importante serem resolvidas: a falta de profissionais de saúde no Centro de Saúde, a construção urgente do matadouro, o não encerramento nocturno do aeroporto, a construção da gare marítima de passageiros, a desafectação dos terrenos anexos ao aeroporto, sua limpeza, construção de um parque de exposição e feiras e uma escola profissional nas instalações que eram da Zona Franca.

Os requerimentos foram resultado de inúmeras reuniões com a Direcção do Aeroporto, com a Câmara Municipal, com casas do povo, Associação Agrícola, Administração do Centro de Saúde, Santa Casa da Misericórdia, donos de explorações agrícolas em que se davam os primeiros passos no cultivo da meloa, delegações de Secretarias, delegação da Câmara do Comércio, pescadores.

É assim que nós, CDU, actuamos: consultando as organizações, trabalhando com base nas necessidades efectivas das populações e prestando contas do que fazemos. É com isso que Santa Maria pode contar, não com a promessa de mundos e fundos irrealistas, mas com trabalho honesto e em favor da maioria da sua população e do seu desenvolvimento no todo regional.A CDU, teve, de 2000 a 2004 assento parlamentar e durante essa legislatura deu provas de que para nós todas as ilhas têm valor, todas merecem o melhor. Disso é prova os vários requerimentos apresentados na Assembleia Legislativa Regional pelos então nossos deputados Paulo Valadão e José Decq Mota sobre questões que para nós marienses eram importante serem resolvidas: a falta de profissionais de saúde no Centro de Saúde, a construção urgente do matadouro, o não encerramento nocturno do aeroporto, a construção da gare marítima de passageiros, a desafectação dos terrenos anexos ao aeroporto, sua limpeza, construção de um parque de exposição e feiras e uma escola profissional nas instalações que eram da Zona Franca.

Os requerimentos foram resultado de inúmeras reuniões com a Direcção do Aeroporto, com a Câmara Municipal, com casas do povo, Associação Agrícola, Administração do Centro de Saúde, Santa Casa da Misericórdia, donos de explorações agrícolas em que se davam os primeiros passos no cultivo da meloa, delegações de Secretarias, delegação da Câmara do Comércio, pescadores.

É assim que nós, CDU, actuamos: consultando as organizações, trabalhando com base nas necessidades efectivas das populações e prestando contas do que fazemos. É com isso que Santa Maria pode contar, não com a promessa de mundos e fundos irrealistas, mas com trabalho honesto e em favor da maioria da sua população e do seu desenvolvimento no todo regional.

Agora quero que me diga em que mão está a poeira que lhe atiram aos olhos e para isso sugiro que leia na íntegra as minhas respostas ao Baluarte onde constam as promessas não cumpridas do PS.

Abraço mariense e volte sempre


Caro senhor anónimo que escreve dois comentários que estão mais abaixo, ainda não tinha publicado o seu comentário porque há alguns anos decidi não publicar comentários insultuosos seja o alvo qual for e o seu insulta pessoas que decidiram votar na CDU, pessoas tão honestas como quaisquer das outras que votam em qualquer outro partido, pessoas que acreditam que seria importante para Santa Maria eu estar no Parlamento. Para além desta razão não o publiquei pois queria fazer contas que rectificam o tal nº de pretensos "tansos "que vc insulta. No meu agregado familiar apenas votei eu e a minha filha mais velha. Como o voto é secreto, mas presumindo que ela tenha confiança nas potencialidades da Mãe como parlamentar em defesa de Santa Maria, como vê o nº de pretensos "tansos" que Vc insulta aumenta... Para além disso um dos candidatos teve que se ausentar da Ilha com a esposa e...não votaram, como vê, mais dois presumíveis "tansos" que Vc insulta...o nº aumenta... Mas pronto, vc está feliz, deitou um pouco de veneno pela boca fora...cuidado, não morda a língua...há animais que morrem com o próprio veneno. Dou-lhe o tempo suficiente para ler este bocadinho e depois quem sabe me dicido a apagar os seus venenosos e insultuosos comentários e este bocadinho de prosa minha. Volte sempre, mas sem insultos.

Etiquetas: , ,

13 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Uns dizem que: "merecemos melhor", outros dizem :" melhor é possível" ambos teem razão mas o que fizeram ambos para que acreditemos serem credíveis? Ambos teem andado por aí, uns foram governo durante 2o anos e onde fizeram melhor? os outros continuam a tentar fazer com que mereçamos melhor mas, não se vê senão dizer mal do que está sendo feito. O povo esse vota tem consciencia do que faz e sabe que nem tudo do que lhe dizem é verdade, se fosse acreditar nas impossibilidades de alguns aí sim é que nada estava feito. Esta terra tem sido alvo de muitos mitos, cada um tenta pintala à sua maneira mas a verdade é bem outra. Não venham com mais poeira porque bem basta a que anda nos caminhos. O povo de Santa Maria sabe bem o que quer -podem cá vir os DRS que vierem nenhum levará o povo contra sua vontade. A pesca faz-se noutras paragens e quem se quiser promover à custa deste Povo Mariense pode bem dar meia volta, porque não vamos em cantigas. Sabemos o que temos e nem queremos voltar a outros tempos onde só eramos ignorados, nem nos deixamos levar por outras ambições inconsequentes.
L.A.

08 outubro, 2008 17:33  
Blogger josé silva goncalves said...

Acho este blogger muito bem feito no entanto é muito conotado politicamente e seria mais saudável que fosse mais independente. de qualquer forma tb sou de opinião que está na hora de S. Maria mudar de rumo.
jg

09 outubro, 2008 06:16  
Blogger ContraResposta said...

"Melhoria da economia da Ilha de forma a permitir a fixação dos nossos jóvens"
"Apostar no tratamento dos lixos, reciclagem e transporte dos resíduos sólidos para centros de reciclagem fora da ilha, realizar acordos com empresas locais para a recolha e exportação de vasilhames, plásticos e outros resíduos."

esperemos que este ano o partido CDU seja ouvido pois os dois tópicos acima entre aspas concordo que são precisos fazer para que não perdamos a nossa juventude e para que a nossa ilha tenha mais condições ambientais.

apoiado

09 outubro, 2008 10:31  
Anonymous IBEL said...

"E não há nada melhor do que o trabalho honesto e em favor da maioria da população".

Gosto do seu blog.

10 outubro, 2008 04:06  
Blogger R.C said...

Os açorianos tem que dizer não a uma maioria absoluta socialista,essa é que é essa....

11 outubro, 2008 09:36  
Anonymous Anónimo said...

83 votos nos comunas!
Ora vejamos: na lista estavam 12.
Se cada um dos 12 tem uma família de 4 pessoas, foram no total 60votos domésticos!
Para 83,ainda houve 23 tansos que votaram em...nada!
Parabéns!

20 outubro, 2008 06:51  
Blogger Flávio Gonçalves said...

Infelizmente 53% dos açorianos ficaram em casa... e outros acabaram por recompensar o BE com dois deputados... menos mal, o PCP regressa à Assembleia. Mas 2 BE???

20 outubro, 2008 07:31  
Anonymous Emanuel said...

tambem era da tua openiao sobre a maioria absoluta r.c. mas ainda nao foi desta ,mas aqui nas flores já foi melhor os pss nao ganharao para o susto perderao um depotado mas devia ter sido so dois. abraço para todos os mariences.

20 outubro, 2008 15:09  
Anonymous Anónimo said...

Lamento que a sua democracia não tenha deixado passar o meu comentário sobre o resultado dos comunas em Santa Maria... (quer se queira, quer se não queira, o pessoal do PCP são os comunas, como os do PPD os laranjinhas...).
Mas é assim. Aliás, ficaria muito admirado se tivesse publicado o que escrevi, que não passou de um exercício de lógica!
A censura no vosso partido já vem de longe, de tão longe que até as fotos eram apagadas dos dirigentes que caíam em desgraça...
Mas, pelo que posso ver, continua!Se calhar é por isso a vossa "grande vitória" de ter um, um deputado...
Pobrezinhos... se não forem com armas, com votos não vão lá!!!(Eu até podia assinar, mas não me conhece.)

21 outubro, 2008 10:01  
Blogger Lua dos Açores said...

Caro senhor anónimo que escreve dois comentários que estão mais abaixo, ainda não tinha publicado o seu comentário porque há alguns anos decidi não publicar comentários insultuosos seja o alvo qual for e o seu insulta pessoas que decidiram votar na CDU, pessoas tão honestas como quaisquer das outras que votam em qualquer outro partido, pessoas que acreditam que seria importante para Santa Maria eu estar no Parlamento. Para além desta razão não o publiquei pois queria fazer contas que rectificam o tal nº de pretensos "tansos "que vc insulta. No meu agregado familiar apenas votei eu e a minha filha mais velha. Como o voto é secreto, mas presumindo que ela tenha confiança nas potencialidades da Mãe como parlamentar em defesa de Santa Maria, como vê o nº de pretensos "tansos" que Vc insulta aumenta... Para além disso um dos candidatos teve que se ausentar da Ilha com a esposa e...não votaram, como vê, mais dois presumíveis "tansos" que Vc insulta...o nº aumenta... Mas pronto, vc está feliz, deitou um pouco de veneno pela boca fora...cuidado, não morda a língua...há animais que morrem com o próprio veneno. Dou-lhe o tempo suficiente para ler este bocadinho e depois quem sabe me dicido a apagar os seus venenosos e insultuosos comentários e este bocadinho de prosa minha. Volte sempre, mas sem insultos.

21 outubro, 2008 12:27  
Anonymous Anónimo said...

Cara senhora Dª. Lua dos Açores, muito obrigado pela sua resposta.
Na realidade, todos queremos o mesmo: a paz, o pão, saúde, educação... ou não é verdade? (Engraçado eu ter parafraseado alguém tão próximo da sua ideologia), mas como pode ver, também eu quero o mesmo que a Senhora quer...Relativamente a eu ter deitado veneno... enfim, estou a bolsar o veneno que nos anos de 1974 e 1975 me fizeram engolir.
Mas tudo bem. Grato por ter publicado os meus comentários, que, embora um pouco "fortes", não têm o fim de insultar, mas sim de exprimir com sinceridade o que eu penso.
Que os Açores evoluam é o que eu gostava, embora com o actual governo não veja nada no futuro, para não falar já em Santa Maria... que bem precisa de uma varridela de alto a baixo.
Mas o poder embriaga...
Os meus melhores cumprimentos e os meus respeitos, do Anónimo que tanto a aborrece.

22 outubro, 2008 09:33  
Anonymous Anónimo said...

Pode crer que li a resposta que deu à opinião que me ,atrevi, a dar sobre o seu artigo inicial e não esperava que respondesse de outra maneira, bem sei que é e tem sido uma lutadora por aquilo que acredita mas não pode deixar de crer que o mesmo se passe em relação a quem também acredita no ideal contrario ao seu e que também lutam para o bem comum das nossas Ilhas , fazendo umas vezes bem outras menos bem e quando isso acontece o menos bem somos claramente penalizados e isso demontram os resultados obtidos - ora no que eu estou contra é quererem à força de falsos argumentos destruir o que de bem se vai fazendo.Não há ou não havia, necessidade de fazer a campamha que fez o Dr. Costa neves que tudo para ele estava mal - que só ele era verdadeiro etc,Sou contra a vinda do Dr Paulo portas a Santa Maria apenas para nos impingir a sua teoria de que eram eles os verdadeiros samaritanos e que nos açores só há gente preguiçosa e que ainda por cima se lhes paga o rendimento mínimo.; e sou contra aquela esquerda que só em tempo de eleiçoes se lembra que os Açores são 9 ilhas e que até por, acaso, também pertencem a Portugal! Ora Ana é nessas mõazinhas que eu acho que está a tal poeira que nos querem atirar e que nós felizmente ainda vamos sabendo fugir, é que, com mais de umas vezes e menos de outras lá vamos aprendendo com os nossos erros mas, sabendo sempre por onde queremos ir e não por onde forçosamente querem nos levar.Mesmo assim Ana estou contente que o seu partido tenha voltado ao Parlamento, também o bloco onde se encontra outra Sra. que muito aprecio já com os restantes que agora lá aparecem sem querer ser....não me conformo mas aceito em Democracia é mesmo assim .
L.A.

22 outubro, 2008 16:11  
Blogger Jorge Conceição said...

É espantoso como 34 anos depois de 1974 ainda existem pessoas que se escondem no anonimato para expor as suas ideeias, que ainda sentem dificuldade de viver em democracia e de conviver com outros com opções diferentes da sua, que sentem necessidade de insultar ou agredir verbalmente quem de modo diferente pensa, quem se admira por este ou aquele partido termuitos ou poucos votos, por ter dois ou um, por ganhar ou perder, como se os votos aparecessem num passe de magia e não fossem o resultado do somatório e sectorização das diferentes opções individuais. É por isso que, embora espantoso, não é surpreendente que existam elevados números de cidadãos (assim chamados, por ironia) abstencionistas nas várias consultas eleitorais ou referendárias que vão acontecendo entre nós.

Os que escolhem, escolhem. A opção foi deles. Se eles tiverem de escolher soluções iguais às que nos agradam, então não será necessário escolher: aquele de nós que sabe o que é que deve ser escolhido, escolhe por todos. E temos a ditadura. É mais fácil a ditadura, claro. Alguém iluminado pensará por nós. Só teremos de nos preocupar com a equipa que no próximo torneio disputará não sei que competição. Mas, então se isso for um sucedâneo da Democracia, também estará mal. É melhor que haja também alguém que decida quem deve ganhar essa competição. Assim não nos preocuparemos mesmo com nada. Será só comer (se o nosso dono assim quizer), dormir e aguardar pelo dia do funeral...

22 outubro, 2008 17:42  

Enviar um comentário

<< Home