Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Da Roma com Amore

07 março 2007

Da Roma com Amore



O que está escrito a Bold é os "acrescentos" ao texto inicial e o texto original, resultou na Crónica do Dia 12 de Março:

De Roma com AMOR

Bom dia!

Na Segunda passada eu faltei ao nosso encontro. Acreditem que tentei não faltar, mas não consegui comparecer. Comecei a escrever a crónica, mas estava tão cansada… Acabava de ter um dia memorável que terminara num jantar bem regado por bom vinho e imensa amizade e antecedia o dia do “Vemo-nos, quando?”


Inicío hoje o que será o meu post sobre uma viagem...incrivel em muitos aspectos...reencontros, encontros, saudades mitigadas, carinhos e a viagem "ao centro palpável" da minha Religião, às lágrimas emocionadas...Meu Deus, Obrigada, obrigada Adriano, Tobias, Fernando, Miguel e Pedro.

Os antecedentes:


Tudo começou com um “e,… porque não?”, o procurar na internet de uma viagem “em conta”, com o preparar da bagagem, dos miminhos para os amigos, com uma véspera atarefada, pois há sempre qualquer coisa há última da hora, e o Pedro até fazia anos e a Ângela tinha vindo para o convívio possível, um almoço com eles e meus Pais, o ir para a cama o mais cedo possível; era preciso estar no aeroporto antes das sete. Acerto o relógio do telemóvel que me tinha caído ao chão tendo ficado todo esventradinho e destrambelhado, ponho-o para despertar as 05:50 e arranjo mais um relógio para no caso de um falhar o outro cobriria a falta. Acontece que falharam os dois e eu acordo assarapantada as…7 da manhã, enfio-me na roupa à pressa, pego na mala, mochila, portátil, carteira e desço as escadas, quase caindo ao tropeçar. Meto-me no carro e ultrapasso todos os meus limites de velocidade. Assim começam os quase cinco dias de uma viagem de sonhos e realidades.



Diário de uma viagem “à posteriori”



Dia1- A CHEGADA, o Tobias à espera no Aeroporto, que alegria imensa! A primeira visão da Cúpula da Basílica de S Pedro, a nossa Igreja Mãe. Fomos deixar as minhas coisas no Pontífice Colégio Português depois de andarmos de comboio, metro e à la pate, tomei um duche e fomos à Universidade ter com o Adriano. Que bom o abraço, o sorriso de boas vindas...a Fonte de Trevi para onde as pessoas que desejam voltar a Roma atiram, estando de costas para a fonte, uma moeda e dois homens às socapa as surripiam com bastante ciência (não percam a fotografia que lhe fiz no segundo dia), também atirei, mas 50 cêntimos, os tais homens só palmam as de 1 e 2 Euros e eu quero que a minha moeda fique lá para que eu volte. Este primeiro dia que, de facto, em termos de Roma resumiu-se a uma meia tarde e a um serão em que passeamos um pouco, jantamos e fomos para o Colégio conversar, matar saudades, beberricar e ter a certeza de que valeu a pena o excesso de velocidade e terminarmos o dia com um até amanhã.




















DIA2:Levantei-me cedinho, preparei-me, tomei o pequeno almoço e o Adriano levou-me até à bicha para a entrada no Museu do Vaticano. Era cedo mas a bicha era, já, bastante grande, mas entretive-me a fotografar um casal que ia à minha frente e a apreciar os edifícios e o trânsito que àquela hora era intenso e notei que circulavam inúmeros motociclistas.
O museu é fantástico. Para que a visita resultasse melhor aluguei um aparelhinho onde podia ouvir as explicações das exposições temáticas e das peças mais importantes. Comecei pelo Egipto. Salas e salas, corredores e corredores repletos de peças trazidas do Egipto, arrancadas das origens como espólio de guerras, de trocas comerciais. Peças de beleza rara, intemporal. Múmias, também, sarcófagos fantásticos. Uma viagem de sonho, um filme onde se tornavam reais anos de estudo de História e de estórias contadas e ouvidas. Mas como foi grande a emoção ao entrar na Capela Sistina, ao passear demoradamente os meus olhos nos afrescos. Parei-os na Criação de Adão tantas vezes vista nas páginas do meu livro de História do Sexto ano do Liceu, nas enciclopédias, nos livros sobre arte. Mas imagem nenhuma chega aos pés da imagem vista ao natural, no contexto para o qual foi criada. Tive sorte pois era cedo e ainda não havia muitos visitantes pelo que pude ficar alguns minutos, olhos molhados de emoção.

Acabava de ver realizado mais um sonho.







Saí e atravessei a Praça de S Pedro, devagarinho. Fui ter com a malta à faculdade para almoçarmos. Passamos a tarde pelas ruas da Cidade Eterna vendo vestígios do seu passado riquíssimo. O Coliseu impressionou-me especialmente. Não consegui lá entrar ao imaginar os gritos dos homens atacados pelos leões esfaimados de quem serviram de refeição sobe os olhos e aplausos da assistência ululante… Fomos a muitos outros locais a muitas outras ruínas, cada dia, cada passeio, cada refeição foram momentos inesquecíveis de partilha de amizade e carinho.



No dia três fomos a Assis…Mais um sonho, mas este será tema de outra conversa. Quero rematar dizendo que…foram cinco dias inesquecíveis, cinco dias cuja génese está na Ilha que amo e onde conheci as pessoas que tornaram possíveis e

maravilhosos estes dias: Os padres Adriano e Tobias.



Não quero encerrar esta crónica sem referir que recebi um e-mail com fotografias das actividades do Lions Club de Santa Maria. Parabéns posr mais um aniversário e pela actividade ao serviço dos outros

Abraços marienses
Azurara, 12 de Março de 2007
Ana Loura




ASSIS










O início da viagem de combóio. Eu, o Adriano, o Miguel e o Pedro




5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Que sorte mulher ! diverte-te e conta-nos tudo o que de melhor por aí encontras-te - nada de triste porque já basta o que temos!!!!!
bj
L.A.

07 março, 2007 18:24  
Anonymous Anónimo said...

Que fotografias tão giras! Adorei ver as fotos! TZEE

09 março, 2007 03:54  
Anonymous Eremita said...

Estou a gostar das fotos e do passeio.Obrigada por te lembrares de mim em terras de Roma...rsr
Não tiraste fotos á Capela Sistina? Aprecio tanto os frescos de Miguel Ângelo.
Abraço fraterno

12 março, 2007 23:44  
Anonymous mcc said...

só espero que estas mensagens me ajudem a sair do meu dilema entre florença e roma: sempre que tento marcar para uma das cidades, derivo para outra.. lol
mas uma delas é há mt o meu "proximo destino".. de italia fiquei com a paixão eterna por napoles e pelas e pela alma das pessoas do sul.. mt mas mt latinas mesmo..
parabens pela tua visita concretizada..!!!
mcc

26 março, 2007 06:50  
Blogger Tiber said...

Ana
Descobri o teu blog por acaso...
Não te perdoo não me teres dito qual era...:-D
De qualquer modo... se eu soubesse que ias a Roma, tinha "encomendado" umas visitas... Roma é "aquela cidade" onde estão todas as nossas origens, onde em cada passo se sente algoi que diz "conheço isto de onde?"
Espero que te tenhas divertido... e vai dando noticias...

Beijinhos
Tiber

01 abril, 2007 02:39  

Enviar um comentário

<< Home