Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Tomar partido- José Carlos Ary dos Santos

20 junho 2007

Tomar partido- José Carlos Ary dos Santos

Foto: Até amanhã Camarada". Autora: Ana Loura. O produto da venda de exemplares desta foto revertem a favor das obras de reconstrução do Centtro de Trabalho de Vila do Conde


Ao meu primo Pinho, à LA, a todos os que me dizem que eu deveria mudar
Aos meus filhos, ao futuro, ao meu Partido


TOMAR PARTIDO

Tomar partido é irmos à raiz
do campo aceso da fraternidade
pois a razão dos pobres não se diz
mas conquista-se a golpes de vontade.

Cantaremos a força de um país
que pode ser a pátria da verdade
e a palavra mais alta que se diz
é a linda palavra liberdade.

Tomar partido é sermos como somos
é tirarmos de tudo quanto fomos
um exemplo um pássaro uma flor.

Tomar partido é ter inteligência
é sabermos em alma e consciência
que o Partido que temos é melhor.

10 Comments:

Anonymous Zé Pinho said...

Olá Ana ( e Pedro).
Obg por me teres dedicado um poema daquele que, para mim, é um dos grandes mestres da palavra do Século XX em Portugal.
Independentemente de concordar com as mensagens - na maioria estou de acordo - rendo-me ao talento do Zé Carlos.
Sei que te identificas com o verdadeiro ideal SOCIALISTA, independentemente da prática do partido em que, supostamente te revês. No post anterior não quis apontar-te caminho de outra formação politica. Não julgues que estou a puxar a brasa à minha sardinha. Não tenho filiação partidária. Apenas um ideal de vida e uma filosofia que me rege no meu dia a dia. Já passei pela experiência, traumatizante, da militância no partido, como lhe chamas. Mas, quando me quiseram cangar, disse NÃO. Não irei por aí. Sou livre de pensar, sou livre de agir, sou livre para escolher. Não sou um mero instrumento ao serviço de fins obscuros.
- Ser solicalista, para mim é ser L I V R E.

20 junho, 2007 15:47  
Blogger Lua dos Açores said...


A referência ao mudar de partido, claro, que não é para ti mas para todos os que em Santa Maria me disseram mais do que uma vez, e no comentário da LA isso está lá, que votariam em mim se eu estivesse nas listas do PS. Ora isso para mim sempre me fez imensa confusão, não entendo. Eu sou militante comunista desde "sempre" e nunca me senti espartilhada, cangada. Conheço os estatutos e estou dentro de livre vontade. O dedicar estes poemas da forma e a quem os dediquei não foi um "esfregar no nariz" mas sim um partilhar de dois textos que me dizem muito, que traduzem o meu pensar o meu sentir, Sei que muitos militantes de outros partidos sentem em relação ao seu o que eu sinto em relação ao meu senão já de lá teriam saído. A militância tem que ser, também, paixão. É assim como um casamento.
Ah, o Pedro não te dedicou o poema, ele nem sabe destes nossos diálogos. Eu dediquei-os também aos meus filhos pois acho que ser militante comunista é acautelar-lhes o futuro, contribuir para que eles tenham esperança num mundo melhor.

Beijinho, sabes bem o quanto gosto de vocês.

20 junho, 2007 23:44  
Anonymous Anónimo said...

Bem sei que foi um pouquinho de ambição desejar que fizesses parte de um verdadeiro Partido Socialista (neste que eu ainda acredito e onde acho haver liberdade) Bem sei que amas o teu Partido e é assim que deve ser mas não há nada de mal querer que fizesses parte do PS isto porque sei que farias bem ao PS e serias uma bom elemento - Quanto ao teu artigo Adorei e acredita que sei que respondes-te com convicção Por isso mesmo e por saber que és assim é que gostava que fizesses parte do meu sonho do meu ideal ou se tu quiseres da minha (cegueira)
Vá continua a ser leal aos teus ideais é com gente como tu que este mundo vai para a frente. Mas não sejas tão revoltada com o PS também temos gente muito boa e a fazer um digno trabalho.
e muito obrigada pelo artigo.
Bj. dos Açores .
L.A

21 junho, 2007 13:22  
Blogger Lua dos Açores said...

Este comentário foi removido pelo autor.

21 junho, 2007 14:33  
Blogger Lua dos Açores said...

LA, eu sei que no PS há gente tão honesta quanto eu. Tenho queridos amigos dentro do PS, gente que acredita que está no sítio certo e que luta, lá, por um mundo melhor, pelo tal mundo em que eu também acredito.

Obrigada pelas tus palavras. Obrigada, não será a palavra que exprime o que me fizeste sentir, mas é a que tenho.
Beijo

21 junho, 2007 14:37  
Anonymous Anónimo said...

Neste momento o Partido Socialista é tudo menos Socialista...

21 junho, 2007 15:21  
Anonymous mcc said...

concordo a mais de 100% com o autor do comentario anterior e revejo-me na integra no que disse ontem o advogado Antonio Barreiros (antigo socialista junto com salgado zenha e outras pessoas de principios.. ai como admiro pessoas de principios e de ideiais!) numa das publicaçoes aqui na net sobre os actuais dirigentes do ps que de socialistas nada têm.. só nao entendo porque continuam a "invocar em vao" o nome do Socialismo.. ao menos que tenham a ombridade de assumir que sao fascista, embora de forma subtil, meia camuflada, e ponto final..chega de tanta hipocrisia!!
desculpa Ana o desabafo, mas sou humana e nao aguento tanta desumanidade neste nojo de politica, custou-me imenso ver na sic uma repotagem em que a maldita "mobilidade especial" atingiu um casal no alentejo, logo os dois!!.. para nao falar na miseria de reformas dos idosos, dos invalidos, dos ordenados minimos, a contrastar com as brutais reformas dos amiguinhos "deles", as "gratificaçoes" aos membros das "comissoes e grupos de trabalho" criados pelo governo e cujo conteudo espremido mais nao dá do que o trabalho normal de um tecnico superior... mas isso ninguem ve!! tá tudo cego e as sondagens dão sempre vantagem ao socrates..
e deus nos dê mta saude pk até na doença "eles" já mandam!!
mcc

22 junho, 2007 04:56  
Anonymous Anónimo said...

É a sua opinião outros dirão que é Socialista sim, mas não é tudo consegue ver a diferença?

22 junho, 2007 06:18  
Blogger Semolina said...

"socialismo






de social


s. m.,
doutrina de organização económica e social que considera que o interesse e o bem da comunidade se devem sobrepor ao interesse particular;

sistema dos que procuram reformar o estado social, pela incorporação dos meios de produção e consumo na comunidade, pelo regresso dos bens e propriedades particulares à colectividade, e pela repartição, entre todos, do trabalho comum e dos produtos de consumo."

"socialista






adj. 2 gén.,
relativo ao socialismo;

s. 2 gén.,
pessoa partidária do socialismo."
(in http://www.priberam.pt/dlpo/definir_resultados.aspx)

24 junho, 2007 07:17  
Anonymous Anónimo said...

Bem Já agora vamos ao à outra "Doutrina partidária" que está em causa:
"Comunismo
s.m. TEORIA social que preconiza a supressão da propriedade individual e a comunhão de todos os bens e de todos os produtos da terra e da industria"
Ambas, as doutrinas são válidas mas só quando as praticamos nas nossas vivências será que Socialstas e Comunistas um dia conseguem por em prática estas doutrinas?? Eu acredito e se fossem em conjunto ainda melhor, a união faz a força e juntos fariamos melhor.
L.A.

24 junho, 2007 17:34  

Enviar um comentário

<< Home