3 de fevereiro de 2009

Criatura de Deus- porcaria de feitio o meu (versão soft)



Porcaria de feitio o meu. Quem me dera não ver com o coração, não sentir, ser como os demais... Saí de casa para tratar de vários assuntos, um deles encomendar biscoitos de orelha típicos de cá numa senhora que ainda os fará à moda tradicional. Quase a chegar à casa vejo um gato com aspecto de morto e pensei: mais um sacana que bateu e andou...tadinho do bichinho...mas o bicho não estava morto, a pontinha da cauda mexeu...pronto, Ana, tás lixada...estacionei como pude e...o bicho respirava...isto era quase meio dia. O marido da tal semhora biscoiteira de mão cheia sai da casa e diz q a pobre ciatura de Deus, tanto como eu, estaria alí desde as seis horas da madrugada... que merda de seres humanos, que indiferença, que falta de humanidade, da caridade que nos irmana...Tinha chovido torrencialmente minutos atrás e o bicho está ensopado e treme e tem espasmos...ligo ao veterinário "Rui, onde está? Estou nos Serviços (de Desenvolvimento Agrário) Rui, estou na Rua da Lomba e tem aqui um gato que foi atropelado. Rui, pode vir? "Sim, a Ana está com o seu carro? Sim, Rui. Venha, por favor". "Rameira que deu à luz" essa gente indiferente...pego no bicho e ponho-o em cima da bagageira, está sol e é preciso que o bicho aqueça...não, ele não foi atropelado, ele foi envenenado, os espasmos são indício...ele estava alí pelo menos desde as 6 da madrugada... O Dr Rui chega e confirma: envenenamento...Agora o bicho está aqui em casa entre a vida e a morte...mais perto da morte. Quem me dera ser normal e passar adiante diante do sofrimento de um animal que é tanto como eu uma criatura de Deus.

Criatura de Deus, sim. Volto a colocar aqui a frase de Joseph Ratzinger- Papa Bento XVI "Os animais são, também, criaturas de Deus e embora não tenham a mesma relação directa com Deus como o homem tem, são criaturas da Sua vontade que nós devemos respeitar como companheiros na Criação"

9 comentários:

samuel disse...

É a "triste sina" de alguns seres humanos... exactamente essa de serem humanos. Doi, mas é o que está certo!

Abreijos

Luciana Magalhães disse...

Infelizmente é assim. O meu Oscar tb foi envenenado... lembra-se?

emfim...triste realidade.

Anónimo disse...

Não te autoflageles,Ana

Anónimo disse...

Criatura de DEUS, ó Ana não tanto ao mar nem tanto à terra . Que há muita crueldade em relação aos animais isso é certo mas daí a meter Deus no assunto vai um grande caminho. Aprecio muito o teu apego aos animais e compreendo a tua incompreensão para quem os abandona. Mas acho de uma irresponsabilidade quem é chamado a acudir, o Vetirinário, não tenha à sua disposição os meios para tal, nomeadamente um transporte...
ora isto sim é que é grave - já parece as urgencias do SSVP, que sempre que alguém tem urgência tem forçosamente de se deslocar ao Centro... Ora Deus é talvez o único onde se não deve querer envolver- embora eu compreenda que a pessoa atenta aos animais e seus problemas seja de facto uma grande criatura de Deus a quem espero que por isso mesmo nunca se arrependa de ter o amor que tem pelos animais e não diga mais "Merda de feitio o meus" em diria antes ainda bem que Deus te deu esse DOM e aqui talvez se enquadre melhor a presença de Deus. Desculpa a minha ignorância . mas nunca te arrependas de poder ajudar tanto aos seres humanos como aos animais. Deviamos todos estar atentos mas por vezes agimos pior do que os próprios animais.
L.A.

Anónimo disse...

Ana, um dia destes achei uma ave ferida, aqui em Ponta Delgada. Iria ser atropelada, se a não pegasse, tinha todo o aspecto de ter caído do ninho.Infelizmente morreu-me nas mãos, daí a momentos, aparentemente sem ter ferimentos visíveis.Fiquei triste. Todos os animais são criaturas de Deus, como diz.Mas há pessoas que não são criaturas de Deus. Nomeadamente aquelas que torturam animais.Os animais precisam de dar lições de humanidade a essaa pessoas.Um abraço
Luisa Colaço

Anónimo disse...

eSTAS SEM PACIENCIA OU ISTO É ALGUMA DEPRESSÃO,ANA?Opinavas tanto e agora pouco ou nada

Lua dos Açores disse...

Sei lá...o certo é que quando o ASAS transmitia semanalmente a crónica eu via-me "obrigada" a escrever, agora tenho temas mas vou adiando e eles perdem actualidade. Mas o ASAS tem uma programação tão boa e deversificada que pode "dispensar" assim um colaborador que de início relutou em aceitar o desafio e depois raramente o "desonrou".

Obrigada pelo puxão de orelhas

Anónimo disse...

Acho que semanalmente era demais.Ainda se fosse quinzenalmente...era possivel que tivesse mais interesse.Um debate quinzenal era possivel que resultasse

Anónimo disse...

Proposta à Blogosfera:
Dia "F" para o crime ambiental da Fajã do Calhau


http://fiatluxcarpediem.blogspot.com/2009/03/proposta-blogosfera-dia-f-para-o-crime.html