Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: "Os animais são, também, criaturas de Deus"

30 maio 2005

"Os animais são, também, criaturas de Deus"

Foto de olho de uma das égua utilizada na tourada realizada no dia da Autonomia de 2005 em Santa Maria

Comentário deixado por mim no Binóculo do Pico Alto

Como eu não consigo deixar aqui um post de raiz, não posso colocar uma lindíssima pintura Rupestre de Foz Côa e com isso sugestionar os visitantes do Binóculo de que cozinhar com lenha é o que deveria ser e que a mesma deveria ser ateada com pedras de silex friccionadas em vez dos nossos fogões com discos eléctricos ou bicos de gás acendidos com esqueiros piezzo eléctricos, e que viver nas cavernas é que é saudável, em vez de vivermos nas nossas casinhas construídas de pedra, blocos, cimento, mobiladas confortavelmente à medida das nossas bolsas; andar semi nú com o corpo mal coberto com peles de animais, com o cabelo e a barba emaranhados em vez de vestirmos roupinha tecida com linho misturado com fibras sintéticas fruto de anos de investigação e experiências laboratoriais e cabelo cortadinho nas cabeleireiras da nossa praça é o que deveria ser. Pessoas há que têm a arte de atirar areia aos olhos dos seus parceiros... Touradas só a que levaram de corrida os espanhóis da Terceira e que tornou famosa Brianda Pereira.

A mim repugna-me e indigna-me tanto o maltrato dos touros nas touradas como a morte violenta dos meus animais de estimação e dos meus vizinhos. Tanto doem as costas aos touros como as costas dos nossos cães e gatos. E não me venham com argumentos de que nós levamos injecções e q aguentamos...não são farpas que ficam na carne e a cortam a cada movimento. O sofrimento dos touros é tanto ou tão pouco que eles tiveram que ser medicados com doses enormes de antibióticos, analgésicos, foram acalmados com água fria e despachados para a Terceira para continuarem tratamentos e depois de curados fazerem as delícias da afición local em touradas à corda. Se os touros não sofressem não precisavam ser tratados.

Não me venham também com o paleio de que eu como carne. Como sim senhor e gosto. Mas não ando de machado na mão nem de arco e flecha A legislação regulamenta o abate de animais de forma que o abate seja feito dignamente e minimizando a dor. Não quer isso dizer que não tenhamos notícia de que muitas das vezes em matadouros haja autênticas barbaridades. Disso deu conhecimento público há cerca de um ano a televisão que nos entra pela casa dentro recheadinha da mais vil e ultrajante violência. Mas quem paga a conta da luz de cada casa é cada um e não o Governo Regional que com o dinheiro de todos pagou o dito espectáculo, porque se fosse o mariense a ter que pagar, faziam como eu em minha casa, não vejo os filmes violentos que são apresentados, ou mudo de canal ou simplesmente desligo o aparelho...Gostava de ver se os bilhetes fossem pagos se aqueles que me acusaram de, ao estar a protestar, "estar a impedir "o progresso de Santa Maria" compravam e iam à tourada... Como se tourada fosse progresso em vez de retrocesso... Progresso é os marienses nascerem na sua terra! Progresso é os marienses terem um parque desportivo bem feito, com os metrinhos todos. Progresso é a gente ir ao Centro de Saúde a uma consulta e ter o médico lá. Progresso é ter a estrada que serve o meu bairro transitável. Progresso é termos voos que, de facto, sirvam os interesses dos marienses. Progresso é respeitarmo-nos todos embora tenhamos opiniões divergentes. Progresso era aquele dinheirinho que foi gasto com um espectáculo discutível ter sido aplicado em algo edificante para os nossos jovens. E aqui quero referir algo que acima foi dito e eu ouvi dizer: a forma vergonhosa como as nossas crianças assistiram a uma realização de poesia, declamação no cinema do aeroporto. Enfim...boa imagem levou aquele actor do nível cultural e de educação da nossa juventude. Santa Maria não ganhou em nada com a realização da tourada. Ganharam sim os que à custa dos dinheiros públicos se auto promoveram. E quando a Senhora Presidente da Associação Equestre que deveria era ter promovido um espectáculo equestre que fomentasse o gosto pelo cavalo nos nossos jovens para melhor futuro da Associação afirmou que os "Marienses gostam dos touros", acertou. Sim, minha senhora, eu gosto de touros, mas é nos pastos.

Àqueles que voluntariamente deram o seu esforço para a realização da tourada eu digo: Santa Maria precisa dessa vossa força, desse vosso empenho, não faltam causas nobres...mas touradas, não obrigada. Contem comigo para com as poucas armas que tenho lutar contra elas...

Quanto à presença dos representantes da Igreja Católica na praça de touros deixo aqui uma afirmação de José Ratzinger/ Papa Bento 16: "Os animais são, também, criaturas de Deus e embora não tenham a mesma relação directa com Deus como o homem tem, são criaturas da Sua vontade que nós devemos respeitar como companheiros na Criação"
Abraços

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Apoiado a 100%!

16 abril, 2009 08:30  

Enviar um comentário

<< Home