Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Prepotência, abuso de poder, descaramento

27 junho 2006

Prepotência, abuso de poder, descaramento





Bom dia,

Prepotência, abuso de poder, descaramento


Mais uma vez foi 10 de Junho, mais uma vez se comemorou a portugalidade, mais uma vez se deslocaram governantes, altas individualidades, VIPs.

No Aeroporto de Pedras Rubras o dia de Sexta-feira foi um dia de lufa-lufa, de chegada de todos os que se deslocaram às cerimónias oficiais e o fizeram em avião. A zona de estacionamento reservado aos VIPs, pela ANA, estava coalhada de carros de luxo, de cor escura, homens de fatos cinzentos e azuis-escuros que presumi serem os motoristas que iriam conduzir as figuras representativas da classe política, económica, social e cultural aos hotéis, ou aos locais das cerimónias. Para além deste aparato estavam lá os inevitáveis agentes da autoridade ciosos da segurança dos que são ou se sentem importantes. Foi assim o dia todo.

Quando às cinco e meia, saí de serviço ainda havia aparato e, pelo que entendi, acabava de chegar alguém muito importante pois havia homens de fato escuro, bem engomados, a correrem de um lado para o outro e os agentes redobravam a atenção. Entrei no meu carro e tomei o caminho habitual que passa frente à aerogare, junto ao parque de estacionamento exterior, e depois ruma à estrada de acesso à Auto-estrada. Ora essa estrada de acesso está em obras e tem placas de limite máximo de velocidade que em certos pontos é de 40 quilómetros.

Quando começo a abrandar para entrar nesse troço de estrada, ouço sirenes a tocar, e, à minha direita, aparecem a grande velocidade motas de batedores da Polícia e, logo colados, uns cinco automóveis dos tais luxuosos, de alta cilindrada, e refulgentes de novos ou de tanto serem polidos, e, não houve sinais de limite máximo de velocidade e foi um tal ultrapassar pela esquerda e pela direita e os carros que iam direitinhos no seu caminho a encostarem para deixarem passar os (presumíveis, pelo menos pelo aparato) tão importantes personagens e seu séquito.

Eu sei que esses senhores são pessoas muito ocupadas e andam a tratar dos assuntos de todos nós, muitas das vezes até nos tratam da saúde…ele é ver a idade da reforma a avançar, as maternidades a encerrar. Mas, infringir as leis que eles próprios fazem; os polícias que me autuam se eu exceder a velocidade, excederem-na sem que esteja mata nenhuma a arder, nem vá nos carros ninguém em perigo de vida…convenhamos, é prepotência, é abuso de poder, é descaramento. É um pouco mais grave do que eu precisar de me sentar num dos bancos da frente num avião da SATA, porque enjoo e ali me sinto melhor, e ver as costas dos bancos tombadas porque dentro de momentos vai dar entrada no avião um dos nossos Secretários ou Deputado Regional ou mesmo um ex qualquer deles ou um candidato a sê-lo.


A Selecção portuguesa ganhou à Selecção angolana por 1 golo de Pauleta num jogo que começou com garra e foi perdendo ritmo, por parte da nossa selecção, a olhos vistos… Disse Sócrates que a equipa portuguesa jogou bem, diz o meu Pai que ele deve perceber de sueca ou dominó. Tendenciosidade pura. E tem a gente de acreditar no que estes senhores descaradamente nos querem fazer acreditar.

Abraços marienses
Azurara, 12 de Junho de 2006
Ana Loura

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É triste, mas como agora querem que tudo em Portugal siga os modelos europeus...

27 junho, 2006 14:57  

Enviar um comentário

<< Home