Get this widget | Share | Track details
Mulheres de Atenas: Meloal inesperado

07 setembro 2008

Meloal inesperado

Foto amavelmente cedida pelo autor

Um amigo que é de S. Miguel e vive no Porto mandou-me um e-mail a dizer que "quase" tinha comido meloas de Santa Maria pois tinha ido a uma superfície comercial do Porto e viu lá um cartaz na zona dos frescos a anunciar Meloa de Santa Maria. Eu já lhe tinha falado várias vezes nas nossas meloas, por isso foi depressa procurar os caixotes onde estariam as meloas com o selo que as certificam e, quando chegou, encontrou-lhes o sítio, pois as meloas já tinham sido todas compradas. Ficou decepcionado e perguntou à funcionária se iriam ter mais, ela disse que sim, que o meu amigo voltasse no dia seguinte e ele assim fez, mas voltou a chegar tarde pois mais uma vez das meloas só os caixotes de novo vazios. Coitado do meu amigo, ficou com águas na boca e sem comer das nossas excelentes meloas e elas cá a serem deitadas na lixeira por viatura dos Serviços ou a irem para o cais apanhar sol horas antes dos embarques e a chegarem ao continente a maioria podre. Bela gestão dos subsídios para o cultivo das meloas, não se baixa os preços quando há excedentes e são largadas numa lixeira a céu aberto conforme é ilustrado na foto pois o acaso quis que naquele preciso momento alguém testemunhasse o ocorrido. Andam a fugir de quem? Tiveram azar pois queriam passar despercebidos e foram apanhados com a boca na botija. Mais uma vez a mentira teve perna curta e não houve peneira que bastasse para taparem o sol, ou seja, as meloas E o meu amigo a ter que esperar que nova remeça, claro que REMESSA (obrigada pela correcção), chegue em boas condições de frescura se entretanto houver o cuidado de as levarem para o cais com a antecedência apenas necessária para o embarque ou quem sabe se justifique a construção de um entreposto para o armazenamento temporário de perecíveis na zona de embarque do nosso cais? Pois o sitio das meloas é onde possam ser compradas e não numa lixeira qualquer.


Abraços marienses

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Eu pensava que isto nunca podesse acontecer , mas afinal a nossa ilha também tem esta desordem ? tanto trabalho deitado ao lixo? é caricato mas o dono da foto merecia um prémio só por retratar o desleixo e abandono a que certas coisas são votadas. Onde estão os responsáveis por estas coisas ??? e ainda há quem seja contra a quem tira o alheio? neste caso antes o tivessem feito ao menos tinha havido algum proveito.
L.A,

08 setembro, 2008 16:46  
Anonymous Anónimo said...

Só uma pequena correcção: REMESSA e não REMEÇA!
O resto está óptimo!
Bom "post", reproduzido pelo Marco no blogue dele.

09 setembro, 2008 09:32  
Blogger Fantomas said...

Realmente é triste...

Enviei uma musica para o teu mail. Espero que gostes :-)

10 setembro, 2008 05:06  
Anonymous Anónimo said...

O tal amigo de S. miguel que vive no Porto desta vez ouviu,em 13 de Setembro, ao micro do supermercado P Doce, uma voz melodiosa, a meio duma música delicodoce, a apregoar, mais uma vez, a doçura e as qualidades da meloa de Santa Maria. Foi a correr ao sítio da fruta e... mais uma vez... nada! Já tinham sido todas vendidas! E a minha meloa, afinal, tinha sido deitada ao lixo no cais de Vila do Porto... isto é incrível, senhora presidente Nélia! EU QUERO A MINHA MELOA DE SANTA MARIA, CARAGO!!!
Corisco Mal Amanhado

15 setembro, 2008 14:58  

Enviar um comentário

<< Home