29 de setembro de 2008

Voto antecipado


O Voto é um direito, um dever.

"
SE ESTÁ:
􀂃
A ESTUDAR FORA DA ILHA ONDE SE ENCONTRA RECENSEADO
􀂃
DOENTE E INTERNADO
􀂃
PRESO E NÃO ESTÁ PRIVADO DE DIREITOS POLÍTICOS
E POR ESSE MOTIVO
ESTÁ IMPEDIDO DE SE DESLOCAR À ASSEMBLEIA DE VOTO NO DIA DA ELEIÇÃO

Deve requerer pela via postal, até ao dia 29 de Setembro de 2008, ao Presidente da Câmara Municipal do município em cuja área esteja recenseado a documentação necessária para votar.
Junto com o requerimento deve remeter:

Fotocópia autenticada do Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão

Fotocópia autenticada do cartão de eleitor

Documento comprovativo do impedimento,
emitido por:
ESTUDANTES
estabelecimento de ensino onde se encontram matriculados ou inscritos
DOENTES
médico assistente confirmado pela direcção do estabelecimento hospitalar
PRESOS
director do estabelecimento prisional "

Ora bem, para que conste: as fotocópias autenticadas custam 17 Euros cada uma nas estações dos Correios e depois de muitas discussões, gratuitas nas juntas de freguesia. Quem é o estudante que se dá ao trabalho de andar "de Herodes para Pilatos", gastar 34 euros depois de estarem numa estação dos CTT e não saberem sequer onde fica a Junta para exercer este direito? Claro que desiste. Será que as escolas não têm idoneidade para certificarem uma fotocópia para fins eleitorais? Desburocratizem senhores governantes, quem sabe a abstenção baixa um pouco.

Meu protesto na Comissão Nacional de Eleições relativamente ao voto do meu filho

Tema: Voto antecipado
Estando a decorrer o período em que é possível exercer o voto antecipado para a Assembleia Legislativa Regional dos Açores e estando os meus filhos a estudar fora do seu Circulo Eleitoral, dirigiu-se o meu filho Pedro dos Santos Loura aos CTT de Vila do Conde para obter fotocópias autenticadas dos documentos exigidos para que possa exercer o seu direito de voto: Cartão de Eleitor e B.I. Pelo que lhe foi pedida a quantia de 17€ por cada documento. Informei telefonicamente a funcionária de que essas fotocópias para fins eleitorais são gratuitas, a senhora afirmou que se tinha ido informar junto da sua chefia e esta confirmou que o meu filho teria de pagar os 34 Euros se quisesse exercer um direito constitucional e que a única entidade que faz esses serviços gratuitamente são as Juntas de freguesia. O meu filho dirigiu-se à Junta de Freguesia de Vila do Conde e o discurso foi o mesmo: fotocópias autenticadas só pagando 14 Euros por cada. Falei telefonicamente com a senhora, que não senhor, de graça não há fotocópias autenticadas, mas que iria consultar a Câmara Municipal. Sugeri que consultasse a CNE. Depois acabaram por não cobrar as taxas ao meu filho. Mas assim quem há-de querer exercer "Um direito, um dever"?

Apresento, portanto, queixa contra os CTT de Vila do Conde

Mas a odisseia não termina aqui: as minhas minhas filhas se quiseram votar largaram, larguei eu, 34 € cada uma pois não tinham conhecimento de que nas Juntas de Freguesia depois de se protestar as fotocópias são de graça. É fácil editar cartazes a apelar ao voto antecipado, mas esclarecer...dá muito trabalho...Paga Ana Loura

Votar um direito um dever...para alguns...

5 comentários:

Ibel disse...

Gostei de passear por aqui.Terei que vir com mais vagar, porque me parece que nos Açores a lua brilha alto.

Ibel

ninja mariense disse...

...E ainda querem que o povo seja mais participativo.
Por menos dinheiro compro uma caixa de camarao e uma boa garrafa de vinho verde e mando qualquer partido dar uma volta ao bilhar grande.
Como diziam os malucos do riso: "vá lá vai até a barraca abana".
Abraços de um mariense com o cartão de eleitor obsoleto.

Lua dos Açores disse...

Ninja, areja o cartão e vota e que ao votares dês hipóteses a quem quer que as coisas mudem para melhor.

Obrigada por me visitares
Abraços marienses

R.C disse...

O que eu gostaria de ver é o número de pessoas que não respeita a lei do recenseamento, por cá são dezenas e dezenas de jovens que não sao recenseados.

josé silva goncalves disse...

Completamente de acordo com o protesto contra os CTT, pois os direitos das pessoas estão em primeiro lugar e são precisas pessoas de fibra para por esta gente a respeitar os direitos dos outros.
força Lua
Uminho